Política de cookies

Utilizamos cookies próprias e de terceiros para realizar análises de uso e de medição da nossa página web para melhorar os nossos serviços. Se continuar a navegar, consideramos que aceita a sua utilização. Pode modificar a configuração ou obter mais informações Saiba mais.

Re[*]
Business2

A mágica do blockchain

Estudos demonstram que existe uma clara tendência no mercado sobre o impacto que terá a tecnologia blockchain no mercado financeiro

O estereotipo do modelo financeiro mundial, nos remete a uma imagem de um entorno completamente centralizado, com pouca flexibilidade, constantemente controlado / supervisado e com pouca ou quase nenhuma colaboração direta e pró-ativa entre seus agentes. Não obstante, nos últimos anos, temos visto muitas iniciativas tecnológicas capazes de mudar este modelo, inclusive desafiar as regulações até então intocáveis, entre os quais incluem-se os bancos sem custos nem comissões e com suporte completamente eletrônico (princípio de FIntechs).

¿E se estivermos a um passo de mudar completamente este modelo inflexível e centralizado para outro totalmente colaborativo, em que a regulação torne-se passiva e os agentes financeiros muito mais colaborativos?

Blockchain, a tecnologia empregada nos bitcoins é um conceito criado para o intercâmbio de dinheiro e, troca de serviços e produtos com o objetivo de eliminar os intermediários e flexibilizar o mercado global. A tecnologia parece estar cada dia mais próxima de sua utilização global, porém não por aqueles interlocutores objetivos, mas sim pelos próprios agentes financeiros.

Como resultado de uma pesquisa realizada en 2015[1] com algumas das empresas mais relevantes e robustas em todo o âmbito internacional, obtiveram-se os seguinte indicadores:

  •  43% das empresas, afirmaram terem iniciado projetos relacionados com Blockchain. Adicionalmente;
  •  77% das empresas entrevistadas, apostam que o maior impacto que pode gerar esta tecnología no curto prazo seja no setor financeiro.

Estes resultados evidenciam a relevância que terá a aplicação desta tecnologia blockchain no setor financeiro.

Adicionalmente, ainda que em menor percentual em relação ao setor financeiro, observou-se também como tendência de mercado, também estão interessados na tecnologia outras áreas, onde está tendo grande impacto a tecnologia Blockchain, como as áreas de “identificação”, “Títulos de Propriedade” ou “Comunicação máquina a máquina”.

Estes dados indicam uma forte tendência sobre a incorporação da tecnologia BlockChain no modelo de intermediação financeira a nível global, o que a priori poderia transformar todo o sistema em um modelo auto-gestionável, onde os próprios bancos, empresas especializadas em investimento e reguladores, poderiam interatuar de forma indireta mas completamente automatizado.

Temos presenciado tecnologias capazes de mudar o mundo e ,inclusive, nossa maneira de viver. Exemplos disto não faltam: Wireless, Internet Móvel, GPS, touchscreen, Smartphones, etc.. Tudo indica que a tecnologia BlockChain chegou para ser um dos protagonistas desta lista. Porém, a busca por um padrão de comunicação que possibilite sua utilização a todos os agentes mundiais para a viabilização de seus serviços, traz um grande desafio que envolve tecnologia, comunicação e regulações nacionais, contentas e mundiais.

A boa notícia é que esta busca não é algo utópico, nem teórico. Recentemente, R3 (apoiada e patrocinada por 43 instituições financeiras), juntamente com Chain (apoiada por grandes players como Visa e Nasdaq) e alguns gigantes da tecnologia, completaram uma prova de conceito de aplicação prática em sistemas ledger online, incluindo processamento em cloud.


[1] Bitcoin and Blockchain Thought leaders Annual Survey: Dados retirados da apresentação disponível em: http://www.coindesk.com/state-of-bitcoin-blockchain-2016/

Se deseja saber mais sobre as iniciativas de padronização: Consortium ou se quiser saber mais sobre a tecnología: Coin Desk.

Etiquetado en